O tema aterramento elétrico gera muita polêmica entre os eletricistas, afinal mais da metade das instalações elétricas no Brasil não possuem aterramento elétrico!

Quantas vezes você profissional do Mundo da Elétrica já se deparou com uma casa sem sistema de aterramento? Com certeza muitas vezes, porque infelizmente no Brasil nem todas as instalações elétricas têm sistema de aterramento. Segundo o levantamento feito pela ABRACOPEL, mais da metade das instalações elétricas no Brasil não têm qualquer tipo de aterramento.

Neste artigo o Mundo da Elétrica fala sobre instalação sem aterramento. Saiba definitivamente se realmente é ou não necessário uma instalação possuir aterramento elétrico!

Tomada sem aterramento

A dúvida mais comum é se as tomadas não tiverem fio terra, causa algum problema? Se pensarmos do ponto de vista funcional, alguns equipamentos vão funcionar perfeitamente mesmo que não haja um sistema de aterramento e de equipotencialização. Um bom exemplo disso são os aparelhos resistivos como os chuveiros elétricos.

Talvez este seja um dos grandes motivos para que a maioria das casas no Brasil não tenham sistema de aterramento. Aparelhos que envolvem uma eletrônica mais sofisticada, principalmente os equipamentos de tecnologia da informação como por exemplo, computadores, centrais telefônicas, modens, controladores lógicos e outros, podem se queimar facilmente ou apresentar defeitos caso não haja um bom sistema de aterramento e equipotencialização.

O aterramento e a equipotencialização são ações fundamentais para garantir o funcionamento adequado dos sistemas de proteção contra:

  • Choque elétrico: é sentido pelo corpo humano, quando ele é exposto a passagem de uma corrente elétrica, seja ela alternada ou contínua.
  • Sobretensão: é quando a rede ou qualquer outra fonte de eletricidade excede o seu valor nominal de tensão elétrica previsto para uma determinada instalação.
  • Descarga atmosférica: é definida como uma descarga elétrica de origem atmosférica, que ocorre entre as nuvens e a terra ou entre as nuvens, tendo vários quilos ampères.
  • Descarga eletrostática: é o caminho repentino de eletricidade entre dois corpos carregados de eletricidade estática causado por contato.

Analisando o ponto de vista da segurança, o sistema de aterramento é indispensável. A norma NBR 5410 é clara no item 5.1.2.2.3.1 dizendo que todas as massas de uma instalação devem estar ligadas à condutores de proteção, que é o cabo de terra.

As tomadas não tiver fio terra causa algum problema

A norma NBR 5410 é clara no item 5.1.2.2.3.1.

Dica para o eletricista!

Analisando bem os dados da Abracopel podemos enxergar uma incrível oportunidade de trabalho. Se considerarmos os dados do IBGE, o Brasil tem milhões de casas sem aterramento e estão em desacordo com a norma. Sendo assim, podemos concluir que existem milhões de oportunidades de trabalho para profissionais do Mundo da Elétrica somente para instalação de sistemas de aterramento.

Portanto, basta você se capacitar para este serviço e principalmente, saber como apresentar ao cliente a importância de adequar o sistema elétrico da sua residência. Neste vídeo do Mundo da Elétrica explicamos os diferentes tipos de aterramentos elétricos que existem, vale a pena assistir!

Não é porque mais da metade das casas do Brasil estão sem aterramento que você também deve adotar esta postura errada! Aqui no site Mundo da Elétrica tem vários conteúdos sobre aterramento elétrico, vale a pena conferir.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)