Multímetro, nunca cometa esses erros ao usar!

O multímetro sem dúvidas é a ferramenta mais importante para o eletricista! Esse equipamento é essencial em praticamente todas as suas atividades. Mas embora o multímetro seja uma ferramenta que a grande maioria dos eletricistas estão familiarizados, ainda recebemos muitas dúvidas sobre este equipamento!

E para ajudar a solucionar essas dúvidas, o Mundo da Elétrica vai dar dicas de como usar multímetros, mostrar os cuidados com o multímetro, falar dos perigos de usar o multímetro e ensinar como não cometer erros com multímetros. Então, vamos lá pessoal!

Multímetro: Cuidados e Avisos antes de Usar!

Para todos os profissionais do Mundo da Elétrica ou entusiastas da eletricidade, é de crucial importância estudar e prestar muita atenção nos perigos de usar o multímetro da maneira errada!

Este equipamento vai estar em contato direto com as partes energizadas de um circuito, ou então muito próximo delas! Sendo assim, qualquer problema com o equipamento pode colocar em risco a vida da pessoa que está usando o multímetro.

Não é qualquer pessoa que pode manusear um multímetro, pois é necessário ter conhecimentos básicos sobre as principais grandezas da eletricidade. Além disso, é importante compreender como cada uma dessas grandezas se comporta em um circuito.

Outro fator importante é conhecer o equipamento, o que inclusive dá origem ao primeiro erro que muitas pessoas cometem, que é: Não ter conhecimento suficiente para manusear um multímetro com segurança!

Portanto, usar multímetros de marcas desconhecidas e que não possuem nenhuma certificação, categoria ou procedência é de fato um grande erro.

Multímetro: Categorias e Acreditação

É importante se atentar quanto à categoria dos multímetros, pois todos devem indicar a qual categoria pertencem! Nesta imagem abaixo, por exemplo, temos três multímetros de categorias diferentes.

Multímetro: Principais Erros Cometidos!

Categorias do Multímetro. Preste Muita Atenção Nelas!

Quanto maior a categoria de um multímetro, maior será a sua resistência contra eventuais transientes ou surtos da rede elétrica, garantindo a segurança durante as medições.

Quando utilizamos multímetros de categorias menores para determinadas medições podemos danificar o equipamento! Além disso, existe um risco para quem está executando essas medições, pois o multímetro não oferece uma proteção adequada para a situação.

Além da categoria adequada que é extremamente importante, existem multímetros que são acreditados por laboratórios independentes como UL CSA e TÜV.

No caso do multímetro da imagem abaixo são encontradas duas destas acreditações. Por um lado, isso relativamente deixa o produto mais caro, mas a acreditação do equipamento é fundamental para garantir que ele foi testado nas condições mais extremas e que passou por todos os testes!

Multímetro: Principais Erros Cometidos!

Acreditação dos Multímetros!

Já os equipamentos que possuem os certificados CE são aqueles que apenas o projeto foi aprovado, ou seja, há uma grande chance de que eles nunca foram testados por laboratórios, podendo ser um risco para o usuário.

Multímetro: Bornes de Conexão

Ao conectar as pontas de prova nos bornes do multímetro fique atento! O borne escolhido deve estar de acordo com as medições que deseja fazer.

Por exemplo, se quiser medir uma corrente de até 10A, você deve conectar a ponta de prova no primeiro borne. No caso de uma corrente muito baixa, de mili ou micro ampere, deve-se usar o segundo borne.

Para as demais medições como tensão, resistência e continuidade, deve-se usar o quarto borne. É importante compreender que os bornes podem variar de acordo com o tipo do multímetro.

Multímetro: Principais Erros Cometidos!

Uso correto para cada borne do Multímetro!

Multímetro: Escalas de Medição

No momento de selecionar as escalas do multímetro, existem dois erros que estamos sujeitos a cometer. O primeiro é não selecionar a escala adequada para a medição, portanto, antes de realizar qualquer medição é necessário fazer a escolha correta da escala.

Uma grande vantagem em alguns multímetros é a escala automática, que elimina este risco, mas fique atento, pois não são todas as marcas que possuem essa proteção. Isso facilita para que você faça uma medição de tensão em qualquer ponto sem precisar trocar as escalas.

Para ter uma precisão melhor na medição, alguns modelos de multímetro têm uma vasta escala de seleção como por exemplo, as escalas de:

Caso você tente medir uma tensão de 220V na escala de 200mV, o seu multímetro pode ser danificado e a leitura dos números pode levar à um erro que provavelmente causará acidentes. Um erro muito comum nestes casos é achar que não tem tensão em um circuito que tem tensão.

Outro erro cometido é a troca de escala enquanto as pontas de prova do multímetro estão conectadas nos circuitos. Jamais faça isso! Você deve selecionar a escala antes de inserir as pontas de prova em alguma parte do circuito elétrico. Nesses casos, os multímetros que possuem escala automática e proteções internar se sobressaem.

Um detalhe legal é que os multímetros dos eletricistas costumam trabalhar em condições extremas, caindo no chão diversas vezes como por exemplo, de cima de uma escada. Para esses casos, alguns multímetros passam por testes que garantem o seu funcionamento mesmo após quedas de dois metros ou mais!

Como dizemos anteriormente, para usar um multímetro corretamente deve-se ter noção das principais grandezas elétricas. Então para você aprender mais sobre elas, assista o vídeo abaixo do Mundo da Elétrica. Deixe o like para nos ajudar e se gostar do vídeo, se inscreva!

Você já teve algum acidente com multímetro enquanto estava usando? Compartilhe este artigo contando como foi. É importante se preocupar com a sua segurança, sempre usando os equipamentos e ferramentas adequadas. Ainda está com alguma dúvida? Comente aqui para te ajudarmos!

Aviso legal

Todas as informações obtidas neste site e páginas de redes sociais relacionadas a ele são apenas de caráter INFORMATIVO. O Mundo da Elétrica NÃO se responsabiliza por nenhum dano ou prejuízo causado pela execução de ações relacionadas ou não ao conteúdo descrito aqui. Procure sempre um profissional qualificado, sigas as normas e utilize os equipamentos de proteção para qualquer trabalho que envolva eletricidade.

Deixe um comentário