Multímetro, veja como ligar corretamente os cabos

Escrito na categoria "Como instalar" por Henrique Mattede.

Você conhece os bornes para ponta de prova dos multímetros? Atualmente, existem multímetros com dois, três e até com quatro bornes, o que cria muitas dúvidas sobre onde é o local correto de colocar cada ponta de prova! Você sabe para que serve cada ponteira de prova ou onde conectá-las? Neste artigo do Mundo da Elétrica vamos falar exatamente sobre isso, então vamos lá pessoal!

Bornes e Pontas de Prova dos Multímetros

Todo multímetro precisa de duas pontas de provas para fazer as medições da tensão, corrente, resistência, continuidade e as outras grandezas com as quais o multímetro trabalha! São dispostas sempre uma ponta de prova preta e outra ponta de prova vermelha.

As pontas de provas têm cores diferentes para fazer a identificação das polaridades em circuitos de corrente contínua e dos componentes que possuem polaridade como por exemplo, um capacitor ou um LED (Diodo Emissor de Luz).

Todo multímetro tem um borne preto que é chamado de comum, e a ponta de prova preta sempre vai ser ligada nele, e isso não mudará em nenhum multímetro!

Alicate Amperímetro

A maioria dos multímetros possui mais de dois bornes, e os “multímetros” que usam apenas dois são os alicates amperímetros, mas mesmo assim não são todos os alicates que possuem somente dois bornes.

Os alicates amperímetros usam apenas dois bornes, pois eles medem a corrente elétrica usando as suas pinças, que ficam na parte superior do alicate. Nesses alicates, os bornes são usados para medir a tensão, a resistência e a continuidade.

Vale lembrar que dentro do alicate amperímetro, o circuito que mede a tensão, a resistência e a continuidade usa sempre os mesmos bornes. Na imagem abaixo é possível ver a descrição de cada um: o borne preto (COM) e o borne vermelho (VΩ).

Como conectar as pontas de prova no multímetro?

Descrição de algumas partes do Alicate Amperímetro

Multímetros de 3 e 4 Bornes

Os multímetros com 3 ou 4 bornes fazem a medição da corrente através do seccionamento do circuito. Neste caso, a corrente tem que passar por dentro do circuito do multímetro para que possa ser medida, ou seja, o multímetro deve estar em série com o circuito que vai ser medido.

Nestes multímetros, temos os seguintes bornes:

Multímetro: Três Bornes vs Quatro Bornes

O terceiro borne do multímetro geralmente é para a medição da corrente na escala dos amperes. Já o quarto borne é usado quando é necessária uma precisão na medição, conseguindo medir na escala dos miliamperes (mA) e microamperes (µA). Os multímetros de três bornes são geralmente mais simples e com um preço mais acessível.

Medição com o Multímetro de Três Bornes

Para fazer a medição da tensão, resistência ou continuidade com o multímetro de três bornes, são usados o borne comum preto (COM) e o borne que tem a indicação das grandezas mencionadas (Ω, V, etc.)

Agora, quando se faz necessária a medição da corrente, são usados o borne comum preto (COM) e o borne que indica a medição da corrente, geralmente com o símbolo de ampere (A).

Na maioria dos multímetros o limite da corrente máxima, que é o máximo que o fusível aguenta, vem especificado perto dos bornes e por isso é sempre bom se atentar.

Como conectar as pontas de prova no multímetro?

Descrição da conexão em Multímetros de Três Bornes

Medição com o Multímetro de Quatro Bornes

Para fazer a medição das grandezas com o multímetro de 4 bornes é preciso prestar atenção qual medição de corrente é a desejada, pois estes multímetros fazem a medição em escalas menores e mais precisas.

Ele possui os seguintes bornes em disposição:

Além da indicação da corrente máxima em ampere, neste tipo de multímetro também tem a indicação da corrente máxima para miliampere e microampere.

Como conectar as pontas de prova no multímetro?

Descrição da conexão em Multímetros de Quatro Bornes

Se você quiser ir além neste assunto e aprender também sobre multímetro de bancada, então assista esse vídeo do Mundo da Elétrica!

Não se esqueça de curtir o vídeo, compartilhar este artigo e se inscrever no nosso canal! Se tiver ficado alguma dúvida, por favor deixe-a nos comentários e te responderemos. Continue nesse site do Mundo da Elétrica, pois sempre lançamos artigos com temas que podem lhe agregar muito!

Sobre o autor

Autor Henrique Mattede

Eletricista desde 2006, Henrique Mattede também é autor, professor, técnico em eletrotécnica e engenheiro eletricista em formação. É educador renomado na área de eletricidade e um dos precursores do ensino de eletricidade na internet brasileira. Já produziu mais de 1000 videoaulas no canal Mundo da Elétrica no Youtube, cursos profissionalizantes e centenas de artigos técnicos. O conteúdo produzido por Henrique é referência em escolas, faculdades e universidades e já recebeu mais de 120 milhões de acessos na internet.

Aviso legal

Todas as informações obtidas neste site e páginas de redes sociais relacionadas a ele são apenas de caráter INFORMATIVO. O Mundo da Elétrica NÃO se responsabiliza por nenhum dano ou prejuízo causado pela execução de ações relacionadas ou não ao conteúdo descrito aqui. Procure sempre um profissional qualificado, sigas as normas e utilize os equipamentos de proteção para qualquer trabalho que envolva eletricidade.

Deixe um comentário