Hoje em dia a automação é algo muito apreciado pelos profissionais do mundo da elétrica e é muito útil, pois facilita desde trabalhos grandes que demandam muito esforço até trabalhos simples como por exemplo acender uma lâmpada. Como essa automação é feita? Bom, no caso da lâmpada é feita através do sensor de presença, que praticamente anula o esforço de acender ou apagar uma lâmpada.

O que é um sensor de presença?

Sensor de presença é um dispositivo que detecta distúrbios em um ambiente e assim que detecta esses distúrbios, ele fecha o circuito e assim permite a passagem de corrente para a carga.

Esses distúrbios podem ser detectados de diferentes formas! As mais comuns são: movimento, infravermelho, microondas e ruídos. Os sensores são muito benéficos em relação à economia de energia, além de aumentar a segurança. Eles são configurados de acordo com a necessidade de alcance, sensibilidade e, caso os sensores possuírem relé fotoelétrico, também podem ser configurados de acordo com a quantidade de luz do ambiente.

Sensor nas lâmpadas

Na área da iluminação o sensor desenvolve um papel importante na economia de energia. Como ele é usado somente quando é acionado, o tempo desnecessário que a lâmpada fica ligada e consumindo energia sofre uma redução considerável.

O sensor de presença para lâmpada apesar de parecer difícil de instalar, é algo fácil se você tiver uma pequena noção de circuitos elétricos. Nós iremos explicar passo a passo como fazer essa instalação.

Como escolher sensor de presença?

O momento da escolha de um sensor de presença é decisivo para o desempenho do mesmo. Os sensores de presença possuem alcance e sensibilidade variados, então escolha o sensor mais apropriado para o ambiente desejado.

A disponibilidade do circuito também é um fator que decide o tipo de sensor a escolher. Caso não haja possibilidade de fazer a instalação do sensor com o circuito elétrico existe também a possibilidade de usar o soquete com sensor de presença, que é um dispositivo que não exige nenhuma instalação no circuito, ou seja, basta ter um ponto de iluminação e um receptáculo para lâmpada.

A instalação de um soquete com sensor de presença é super simples! Basta configurar o tempo que ele irá ficar ligado quando for acionado, e se ele funcionará somente quando não houver luz no ambiente. Feito isso basta enroscá-lo no receptáculo da lâmpada e logo em seguida enroscar a lâmpada no receptáculo.

Caso você queira fazer a instalação do sensor no circuito, escolha o sensor apropriado para o que você deseja e siga os passos abaixo.

Como instalar o sensor?

As três formas mais usadas para se instalar um sensor de presença são: a instalação simples do sensor de presença, a instalação do sensor com interruptor simples e a instalação do sensor com interruptor paralelo.

Sensor de Presença: Instalação Simples

Com esta instalação a lâmpada irá acender somente quando o sensor for acionado.

Antes de fazer qualquer procedimento que envolva eletricidade desligue o disjuntor responsável pelo circuito ou o disjuntor geral, e confirme o desligamento usando um multímetro ou uma chave de teste.

Caso não haja passagem de energia, chegou a hora de alimentar o sensor. Primeiramente identifique os cabos fase e neutro da alimentação do seu circuito, em seguida conecte aos cabos fase e neutro do sensor. Caso a ligação seja bifásica, basta conectar a segunda fase no borne referente ao neutro, assim como mostra o exemplo abaixo.

Alimentação do circuito

Ligação de fase e neutro do sensor

Feito isso agora vamos fazer a ligação da lâmpada! Conecte o cabo neutro de alimentação do circuito no borne lateral do receptáculo da lâmpada, em seguida conecte o cabo de retorno do sensor no borne central do receptáculo, como mostra o exemplo abaixo.

Alimentação da lâmpada

Esquema do circuito completo

Após isso, religue a energia e verifique se o funcionamento está ocorrendo normalmente.

Sensor de Presença: Instalação com interruptor simples

A lâmpada irá acender de duas maneiras: quando o sensor for acionado, e quando o interruptor simples for acionado, caso queira manter a lâmpada acesa por mais tempo, pois ele mandará energia diretamente para a lâmpada.

O intuito desta ligação é que haja uma possibilidade de ligar a lâmpada por um interruptor se precisar que ela fique ligada por um determinado tempo. Sendo assim, quando o interruptor estiver aberto, a energia irá direto para a lâmpada como em uma ligação normal, e com o interruptor fechado a energia irá para o sensor, que funcionará como de costume.

Para realizar essa instalação faça as mesmas ligações do exemplo anterior, porém agora faça duas derivações. A primeira derivação deve ser feita no cabo fase, e após derivar você deve conectar o cabo derivado em um dos bornes do interruptor. A segunda derivação deverá ser feita no cabo de retorno do sensor, e após derivar este cabo você deve conectar o mesmo no outro borne do interruptor simples, como mostra o exemplo abaixo.

Esquema pronto da instalação

Instalação de Sensor com interruptor simples

Feito isso a sua instalação está pronta, agora é só religar a energia e conferir o funcionamento.

Sensor de Presença: Instalação com interruptor paralelo

Esta ligação tem o mesmo funcionamento que a ligação anterior, mas a única diferença é que o interruptor que será utilizado é o paralelo.

Para fazer essa ligação vamos começar com a alimentação do neutro em dois lugares. Primeiro conecte o cabo de alimentação do neutro no borne lateral do receptáculo da lâmpada. Depois de conectar na lâmpada, conecte o cabo de alimentação de neutro no respectivo borne de neutro do sensor de presença.

Após isso, conecte o cabo de alimentação da fase no borne central do interruptor paralelo. Leve o cabo de um borne lateral do interruptor paralelo e o conecte no borne da fase do sensor de presença. Em seguida leve o cabo do outro borne lateral do interruptor paralelo e conecte no borne central do receptáculo da lâmpada. Por fim, faça uma derivação no cabo de retorno da lâmpada e conecte no borne de retorno do sensor conforme o exemplo abaixo.

Circuito completo da instalação do sensor

Circuito com interruptor paralelo

Agora é só religar a energia e verificar o funcionamento do circuito.

Para um melhor entendimento e mais dicas sobre o assunto, confira o vídeo abaixo do canal Mundo da Elétrica. Este vídeo vale muito a pena, pois irá aprofundar seus conhecimentos sobre o assunto que o artigo acabou de passar.

Chegamos ao fim de mais um artigo, esperamos ter esclarecido as suas dúvidas sobre sensores de presença. Caso ainda haja alguma dúvida, deixe nos comentários que iremos responder! Continue acessando o site do Mundo da Elétrica para ficar por dentro de diversos assuntos relacionados a elétrica!

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)