Uma grande dificuldade para muitos eletricistas autônomos e demais profissionais é na abertura de uma empresa como MEI. É normal o surgimento de algumas dúvidas, como por exemplo onde abrir o MEI, se precisa pagar para abrir o MEI e muitas outras. Sabendo dessa dificuldade, neste artigo o Mundo da Elétrica visa ensinar passo a passo como abrir um MEI, além de responder as principais dúvidas sobre o assunto.

Precisa de um contador ou intermediário?

A pergunta mais comum é: “eu preciso de um contador ou intermediário para abrir o MEI?”. A resposta é não! Você pode fazer tudo pela internet e não paga nada para abrir.

Para você que não sabe, o microempreendedor Individual, também conhecido como MEI, é um profissional autônomo. Quando você se cadastra como MEI, passa a ter um CNPJ, o que facilita alguns processos, como por exemplo a abertura de contas bancárias, pedidos de empréstimo, emissão de notas fiscais, além de ter obrigações e direitos de uma pessoa jurídica.

Você pode fazer tudo pela internet e não paga nada para abrir.

Precisa de um contador para abrir o MEI.

Regras para ser um MEI

Existem algumas condições que devem ser seguidas pelo autônomo para a realização do cadastro como Microempreendedor Individual, entre elas estão:

  • Não participar como sócio, administrador ou titular de outra empresa
  • Não ter mais de um estabelecimento
  • Não ser sócio de sociedade empresária de natureza contratual ou administrador de sociedade empresária
  • Não ser sócio ou administrador em sociedade simples
  • Ter no máximo um empregado
  • Exercer uma das atividades econômicas previstas no Anexo XI, da Resolução CGSN nº 140, de 22 de maio de 2018

Documentos necessários para abrir o MEI

Antes de iniciar o processo de cadastro como microempreendedor individua no Portal de Serviços do Governo Federal é preciso ter alguns documentos em mãos. Os documentos que você vai precisar é o RG, título de eleitor ou Declaração de Imposto de Renda, dados de contato e endereço residencial.

Uma observação importante é que no registro do seu CPF tenha também o registro do título de eleito, caso você não tenha ocorrerá erro no cadastro do MEI. Mas fique tranquilo que o próprio site vai explicar o processo para registrar o CPF.

RG, Título de eleitor ou Declaração de Imposto de Renda, dados de contato e endereço residencial.

Documentos necessários para abrir o MEI.

Ter os dados do seu negócio, como por exemplo o tipo de atividade econômica realizada, a forma de atuação e o local onde o negócio é realizado é fundamental, porque durante o processo você vai precisar dessas informações. Se você ainda não for cadastrado na plataforma gov.br (Plataforma do Governo Federal) é só entrar no site gov.br e clicar na opção “Crie sua conta”.

Bem, depois de realizar todos esses passos você tem que acessar o site do Portal do Empreendedor e escolher a opção “Formalize-se”, que vai te direcionar para o site do Governo Federal gov.br. Entre na sua conta e em seguida autorize o acesso aos seus dados pelo Portal do Empreendedor – Área do Usuário da REDESIM.

Após isso o número do recibo da sua declaração de imposto de renda ou do título de eleitor será solicitado, depois de fornecê-lo confira os dados carregados pelo sistema, preencha as informações solicitadas para fazer o cadastro no MEI e conclua a inscrição.

Você que é autônomo sabe os 5 erros que podem te levar a falência? Neste vídeo abaixo o Mundo da Elétrica mostra os 5 erros que levam à falência dos autônomos, vale a pena conferir!

Caso tenha ficado alguma dúvida deixe nos comentários que iremos responder! O site Mundo da Elétrica está repleto de conteúdo para você que é autônomo.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)