Automação industrial! O que é e principais componentes

Você sabe o que é automação industrial e quais são os principais componentes que compõem a estrutura de um sistema de automação industrial? Neste artigo o Mundo da Elétrica mostra os principais componentes de um sistema de automação industrial.

A automação industrial é a utilização de máquinas eletromecânicas, softwares e equipamentos específicos para automatizar processos industriais. O sensor de presença talvez seja a automação elétrica mais simples que podemos encontrar, pois a lâmpada se acende sozinha quando alguém passa pelo sensor, porém essa é uma automação residencial.

Já automação industrial, que é uma área que muitos eletricistas sonham em trabalhar, existem vários outros componentes que se comunicam e fazem as máquinas funcionarem de forma automática. Na automação industrial são utilizados diversos componentes que são esses:

CLP: Controlador Lógico Programável

O principal equipamento da automação industrial é o CLP, que significa Controlador Lógico Programável, também conhecido como PLC (do inglês Power Line Communication). O CLP é responsável por receber as informações de entrada, processar estas informações e enviar sinais de execução para as saídas.

O principal equipamento da automação industrial é o CLP.

CLP Controlador Lógico Programável.

As entradas de informações para o CLP podem ocorrer através de vários componentes, alguns automáticos como sensores e indutores. Outros componentes de entrada podem ser manuais, como é o caso das botoeiras e atuadores manuais.

IHM: Interface Homem Máquina

Um outro componente importante da automação industrial é a IHM ou interface homem máquina. A IHM é uma tela onde podem ser lidas informações de monitoramento e ao mesmo tempo, em alguns modelos de IHM’s, serem executadas funções. As IHM’s com touch screen podem substituir botoeiras, potenciômetros e chaves seletoras.

A IHM é uma tela onde podem ser lidas informações de monitoramento.

IHM Interface Homem Máquina.

Em processos industriais muito complexos existem sistemas supervisórios, que são basicamente salas com as IHM’s de todas as máquinas de um determinado processo.

Drivers

Nas saídas de sistemas automáticos estão as cargas, que normalmente são motores elétricos. O PLC envia os sinais de comando para os drivers que tem a função de acionar os motores. Existem alguns tipos de drivers como por exemplo:

O PLC envia os sinais de comando para os drivers que tem a função de acionar os motores.

Inversor de frequência, Soft Starter e Servo Driver.

A principal função de automatizar processos é garantir uma maior eficiência, ou seja, produzir mais, com menor quantidade de retrabalho, melhor nível de qualidade, e com o menor custo possível. Por muito tempo o acesso à componentes de automação era bem restrito e os preços bem altos! Hoje o mercado possibilita um acesso maior aos equipamentos de automação.

Existem diversos equipamentos utilizados em processos industriais não citados neste artigo. Caso tenha curiosidade de conhecer mais desses componentes, abaixo temos um vídeo do Mundo da Elétrica explicando o que é instrumentação industrial.

Neste artigo mostramos alguns componentes que são muito utilizados na automação industrial, mas existem outros tipos de equipamentos usados na automação industrial, que já fizemos artigos deles como por exemplo, contator, relé de sobrecarga, disjuntor motor, relé falta de fase e etc. Qualquer dúvida deixe nos comentários que iremos responder.

Aviso legal

Todas as informações obtidas neste site e páginas de redes sociais relacionadas a ele são apenas de caráter INFORMATIVO. O Mundo da Elétrica NÃO se responsabiliza por nenhum dano ou prejuízo causado pela execução de ações relacionadas ou não ao conteúdo descrito aqui. Procure sempre um profissional qualificado, sigas as normas e utilize os equipamentos de proteção para qualquer trabalho que envolva eletricidade.

Deixe um comentário