Você sabia que é possível passar os cabos elétricos de uma instalação por baixo da terra? Se para você este assunto é uma dúvida, fique tranquilo! O Mundo da Elétrica fez este artigo justamente para tirar as dúvidas sobre cabos enterrados. Então, vamos lá pessoal!

Este tema é uma dúvida muito comum para eletricistas e para quem é fascinado pelo incrível Mundo da Elétrica. Será que é proibido fazer instalações elétricas residenciais pelo piso ao invés de usar paredes ou o teto? Será que é necessário usar algum eletroduto específico? Se sim, quais as vantagens e desvantagens? Afinal, o que diz a norma?

Norma NBR 5410: Cabos Elétricos

A norma é clara e objetiva na explicação deste tema, e é ela que vamos consultar para sanar as dúvidas. Dentro da norma NBR 5410, o tópico 6.2.11.6 trata de todos os detalhes para cabos enterrados.

“O item 6.2.11.6.1 diz que: Em linhas enterradas (cabos diretamente enterrados ou contidos em eletrodutos enterrados), só são admitidos cabos unipolares ou multipolares. Adicionalmente, em linhas com cabos diretamente enterrados desprovidas de proteção mecânica adicional só são admitidos cabos armados.”

Veja o que a norma diz sobre o assunto.

Item 6.2.11.6.1 da Norma que trata sobre Cabos Enterrados.

Logo abaixo há uma nota dizendo que: “Admite-se o uso de condutores isolados em eletroduto enterrado se, no trecho enterrado, não houver nenhuma caixa de passagem e/ou derivação enterrada e for garantida a estanqueidade do eletroduto.”

Veja a nota da norma sobre este assunto.

Nota da Norma sobre Cabos Enterrados.

Para a instalação residencial é permitido, caso sejam usados cabos isolados comuns, não pode haver caixa de passagem no chão, nem derivação e não pode infiltrar líquidos.

Tipos de Cabos permitidos

Caso você não saiba o que são cabos unipolares e multipolares, vamos te explicar! Cabos unipolares e cabos multipolares são cabos que além da isolação, possuem uma proteção adicional contra choques mecânicos. Já os Cabos isolados são os cabos apenas com isolação, ou seja, são estes cabos comuns que utilizamos nas instalações elétricas residenciais.

Nos casos de cabos unipolares e multipolares diretamente enterrados no solo sem eletroduto, estes cabos devem ser protegidos contra as deteriorações que podem ser causadas por:

  • Movimentação de terra
  • Contato com ferramentas em caso de escavação
  • Umidade
  • Contato com estruturas e ações químicas que possam ser causadas por elementos do solo.

Regras para enterrar os cabos

No caso de terrenos normais, a instalação deve estar com uma profundidade mínima de 70 cm do solo.

Caso o terreno seja normal esta é a profundidade.

Profundidade do Cabo em Terreno Normal.

Caso seja um terreno com acesso de carros como uma garagem por exemplo, esta profundidade deve aumentar para 1 metro do solo. Outro ponto importante é que deve haver faixas extras de 50 cm de largura de um lado e do outro nas vias para veículos.

Regra para uma garagem, por exemplo.

Profundidade do Cabo para terrenos onde passam Veículos.

Caso haja um cruzamento entre linhas elétricas enterradas, deve haver uma distância mínima de 20 cm de afastamento entre elas. Essa distância de 20 cm também deve ocorrer em caso de linha elétrica com qualquer outro tipo de linha como por exemplo, cabos de rede de internet.

Quando há outros cabos e/ou linhas.

Distancia entre Cabos em um Cruzamento.

Segundo a norma é necessário que haja uma sinalização 10 cm acima da linha, para servir de referência caso haja uma escavação. Com isso, antes de chegar à linha será possível ver a sinalização. Isso pode ser feito com uma fita colorida que não deteriora com o tempo.

Cabos enterrados: Pontos Negativos

As desvantagens com relação aos cabos no piso começam pela quantidade de regras extras que a norma estabelece como por exemplo, as situações abaixo.

Em caso de cabos enterrados diretamente, o preço do cabo unipolar é maior do que o cabo isolado, em caso da necessidade de trocar um eletroduto enterrado diretamente ou da troca de um eletroduto que esteja debaixo de um piso com acabamento, o preço certamente sairá bem mais caro do que o corte em um teto ou parede.

Cabos enterrados: Pontos Positivos

Dentre os pontos positivos, podemos citar que no trabalho de passagem dos cabos em eletrodutos no piso, o esforço de postura é muito menor e a possibilidade de quedas de escadas é eliminada.

Também é possível que haja uma economia na quantidade de cabos, mas isso vai depender muito do projeto e trajeto dos eletrodutos, além das posições de caixas de tomadas E etc.

Bem, com todas estas informações nós esperamos ter esclarecido as dúvidas sobre cabos e eletrodutos no piso. Agora que você sabe disso está pronto para aprender mais sobre instalações elétricas? Se a resposta foi sim, assista este vídeo abaixo do canal Mundo da Elétrica sobre leitura e interpretação de projetos elétricos. Você não vai se arrepender! Não se esqueça de deixar o gostei no vídeo e de se inscrever no canal.

Conhece outra pessoa que não sabia que era possível fazer este tipo de passagem de cabos? Mande este artigo para esta pessoa e aproveite para compartilhar nas suas redes sociais. Caso tenha alguma dúvida ou sugestão, deixe aqui nos comentários e vamos te responder!

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)