As pilhas são fontes de energia portátil utilizadas em diversos dispositivos, mas quando chegam ao fim da sua carga algumas pessoas pensam que é só colocar a pilha no congelador para recarregar realizar sua recarga. Neste artigo o Mundo da Elétrica explica o que acontece se colocar pilhas no congelador.

As pilhas são dispositivos que transformam energia química em energia elétrica. A primeira pilha foi inventada no ano de 1800 por Alessandro Volta, e pilha era formada por discos de zinco e cobre separados por um algodão embebido em salmoura. As pilhas são constituídas por dois eletrodos e um eletrólito, sendo um eletrodo positivo responsável pela reação de redução nomeado de cátodo, e outro eletrodo negativo onde ocorre a reação de oxidação nomeado de ânodo. O eletrólito conhecido como ponte salina é a solução condutora de íons.

Diferença – Pilha comum e recarregável

As pilhas são divididas em duas classes, a primária que são as pilhas descartáveis (comum), que podem ser utilizadas uma única vez e após descarregar devem ser descartadas. As pilhas primárias geralmente são feitas de químicos alcalinos, zinco ou lítio e são relativamente baratas, mas são criticadas por não apresentarem uma característica ecologicamente correta.

A classe secundária inclui as pilhas recarregáveis que podem ser reutilizadas inúmeras vezes, que são feitas de chumbo-ácido, níquel e lítio-íon. Geralmente as pilhas secundárias tendem a ser mais caras que as primárias, mas acabam compensando por poder serem utilizadas várias vezes, além de serem classificadas como ecologicamente corretas.

As pilhas são divididas em duas classes, a primária e secundária.

Diferença – Pilha comum e recarregável.

Pilha no congelador carrega?

Sabemos que a pilha funciona através de um processo químico, e no caso das pilhas comuns esse processo químico ocorre entre zinco e cloreto de amônio, que quando reagem fazem circular uma corrente elétrica. Com o tempo tanto o zinco, quanto o cloreto de amônio vão perdendo a capacidade de reação e com isso, a energia da pilha se esgota, assim surge o “macete” de colocar a pilha na geladeira para “carregar”, mas será que isso funciona?

No processo químico de geração elétrica da pilha é liberado gases de hidrogênio e amônio que fazem dificultar a passagem de corrente elétrica, quanto mais próximo do fim da vida útil da pilha, mais gases estão concentrados. Quando você coloca uma pilha descarregada no congelador, esses gases se congelam e um pouco mais de corrente elétrica consegue circular nessa pilha, mas esse processo não retorna carga para a sua pilha, ele somente dá uma sobrevida de alguns minutos para a pilha.

Colocar a pilha no congelador para recarregar é um mito.

Pilhas em congelador recarrega?

Mas é importante compreender que está sobrevida é praticamente imperceptível, visto que quando a pilha for usada os gases vão descongelar e bloquear novamente a passagem de corrente elétrica. Portanto, colocar a pilha no congelador para recarregar é um mito!

Uma outra dúvida frequente das pessoas é em relação aos tamanhos das pilhas. Se você tiver alguma dúvida sobre o tema, abaixo temos um vídeo do Mundo do Elétrica explicando os diferentes tamanhos de pilhas, vale muito a pena assistir!

Esperamos ter ajudado você a entender mais um mito da eletricidade. Lembre-se sempre que o site e o canal Mundo da Elétrica estão aqui para ajudar você. Qual é a sua dúvida sobre eletricidade? Comente, pois a sua dúvida pode virar um artigo.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)