Você sabe o que é banco de capacitores, para serve e quais são os motivos para usar um banco de capacitores? O Mundo da Elétrica explica neste artigo o que é banco de capacitores e para que serve, além de apresentar quais são os principais motivos para utilizar um banco de capacitores. Vamos lá pessoa!

Antes de prosseguirmos com o conteúdo é preciso saber o que é capacitor e quais são as suas características, caso queira saber mais temos um artigo explicando como funciona um capacitor. Além disso é necessário ter conhecimento sobre o que é fator de potência e quais são os tipos de potência.

Tipos de potência e fator de potência:

Existem três tipos de potência elétrica, que são a potência aparente (VA), potência ativa (W) e a potência reativa (VAr), onde o fator de potência é a relação entre estes três tipos de potências.

A potência ativa é a potência que efetivamente realiza trabalho, enquanto isso a potência reativa representa a parte da potência que é aplicada para as cargas capacitivas e indutivas, que ao contrário da potência ativa, a potência reativa não realiza trabalho efetivo. Já a potência aparente é a potência total que uma determinada fonte é capaz de fornecer, isto é, ela é a “soma vetorial” da potência ativa com a potência reativa.

Muitas cargas consomem energia reativa indutiva como por exemplo, os motores elétricos e os transformadores. Ou seja, as cargas indutivas necessitam de um campo magnético para funcionarem.

Banco de capacitores: O que é?

Normalmente usados para fazer a correção do fator de potência ou na compensação de energia reativa, o banco de capacitores nada mais é do que a associação de diversos capacitores em série ou em paralelo de acordo com os requisitos de determinado projeto. Quando falamos em banco de capacitores, existem basicamente três tipos, que são os automáticos, fixos e programáveis, onde cada um deles são recomendados de acordo com cada situação, que é definida por profissionais capacitados para tais funções.

Banco de capacitores, definição e aplicação.

O que é bando de capacitores e para que serve?

Banco de capacitores: Para que serve?

Os bancos de capacitores são normalmente usados em concessionárias de energia elétrica, empresas e indústrias, que trabalham com níveis de média e alta tensão. De acordo com a ANEEL e com a ABNT, o menor valor do fator de potência aceito é de 0,92, portanto precisamos de manter o fator de potência o mais próximo possível da unidade. Caso o fator de potência seja menor do que o tolerável acarretará multas na fatura de energia elétrica. Essa multa ocorre porque as cargas indutivas produzem potência reativa, pois o fator de potência baixo pode resulta em quedas de tensão, perdas na instalação e sobrecargas, que não é nenhuma vantagem para as concessionárias.

As cargas indutivas atrasam a corrente em relação a tensão, enquanto as cargas capacitivas, como os bancos de capacitores, produzem potência reativa com corrente adiantada em relação à tensão. Por isso usamos os bancos de capacitores para compensar a defasagem entre tensão e corrente.

Também é importante destacar que a instalação e manutenção de bancos de capacitores devem ser monitoradas, porque se a carga indutiva estiver baixa, ocorre o contrário, pois o excesso de carga capacitiva também compromete SEP. Sendo assim o banco de capacitores deverá ser desligado.

Para entender melhor como o banco de capacitores pode ser utilizado para corrigir o fator de potência, abaixo temos um vídeo do canal Mundo da Elétrica que vai te ajudar a compreender melhor estes três tipos de potência, fator de potência e como eles se relacionam.

Finalizamos mais um artigo, se tiver ficado alguma dúvida ou curiosidade deixe nos comentários que iremos responder.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)